Objectivos deste Departamento


dirigido por José Pedro Amaral (Surdocego)


  1. Criar condições para banir o estado de isolamento em relação ao meio e ao ambiente da Pessoa Surdocega.
  2. Procurar repercutir na Pessoa Surdocega a possibilidade de ser independente, útil e integrada na Sociedade com todo o seu potencial.
  3. Promover a procura, criação e fomento de todo o tipo de atracções que permitam cobrir as necessidades das Pessoas Surdocegas para melhorar a sua Qualidade de Vida procurando o seu Desenvolvimento Pessoal, Intelectual e Social.
  4. Exigir o reconhecimento por parte do Governo, Entidades Públicas e Privadas da existência da deficiência – Surdocegueira – e a consequente adopção de medidas económicas, médico-sanitárias, assistenciais e educativas que derivem desse reconhecimento específico.
  5. Promover a formação de pessoal técnico especializado para desenvolver uma Política educativa, formativa e de assistência, tanto para as Pessoas Surdocegas como para suas famílias.
  6. Procurar soluções para o inquestionável respeito pelo filho ou familiar no seio da família bem como fora dela.
  7. Assistir e dar apoios às famílias da Pessoa Surdocega.
  8. Promover e colaborar nos projectos de educação especial adaptada às necessidades e capacidades da Pessoa Surdocega.
  9. Promover a criação de soluções laborais, ocupacionais e de habitação.
  10. Promover e facilitar a prestação de serviços de guias-intérpretes e de mediadores de comunicação que traduzam a sua forma de comunicação e a informação do meio ambiente.
  11. Consciencializar e motivar a Sociedade Civil para a problemática da Surdocegueira através de todo e qualquer tipo de informação e debate de ideias com vista a eliminar todo o tipo de barreiras quer ideológicas, comunicativas bem como arquitectónicas.
  12. Promover e apoiar o desenvolvimento de um movimento de voluntariado de guias-intérpretes, mediadores de comunicação e entretainers para Pessoas Surdocegas.

? 2003 - 2020 Associa??o de Surdos do Porto