ASP - Associação de Surdos do Porto

Início

Pedido de Informações

Contactos

Pesquisa

| 21 Julho 2017  | 2017/2018 - PARA OUVINTES - CURSOS DE LGP - VER INFORMAÇÕES NA SECÇÃO "CURSOS DE LGP PARA A COMUNIDADE OUVINTE"     2017/2018 - PARA OUVINTES - CURSOS DE LGP - VER INFORMAÇÕES NA SECÇÃO "CURSOS DE LGP PARA A COMUNIDADE OUVINTE"     2017/2018 - PARA OUVINTES - CURSOS DE LGP - VER INFORMAÇÕES NA SECÇÃO "CURSOS DE LGP PARA A COMUNIDADE OUVINTE"     

Qualidade

Departamento de Formação Profissional

CIPS - Centro de Integração Profissional para Surdos

Cursos de LGP para a Comunidade Ouvinte

Quem somos? O que fazemos?

Notícias e Informações

Informações em LGP

Os desenhos do Goulão

Porto a Cidade que amamos

A Surdez

Atividades (Plano e Relatório) e Contas (Orçamento e Relatório)

Ai que Saudades...

Comissão Provisória de Gestão

Cultura Surda

Cultura, Lazer e Juventude

Desporto

Diversos/Informações

Educação

Estatutos da ASPorto

Funcionários

Histórias de Vida

Legislação

Língua Gestual

Seniores Surdos

Surdez Cegueira

Ctilg

A Surdez  | 

Algumas definições úteis sobre a Surdez


Os termos seguintes são baseados nas definições emanadas da Federação Mundial de Surdos e aceites e utilizados pela Comunidade Surda.

Surdo (com S maiúsculo) - refere-se a uma pessoa que usa a Língua Gestual como meio principal de comunicação, identifica-se com outras pessoas Surdas e na generalidade é Surdo profundo.

Surdo (sem S maiúsculo) - refere-se a uma pessoa que;
Nasceu surda e nunca ouviu nada (surdo congénito);
Perdeu a audição nos primeiros anos de infância antes de aprender
a língua falada que a rodeava (surdo pré-lingual);
Perdeu a audição numa data posterior (surdo pós-locutivo)

Ensurdecido(a) - refere-se a uma pessoa que ficou surda após ter aprendido a Língua falada que a rodeava;

Surdo severo - refere-se a uma pessoa cuja a capacidade auditiva se deteriorou ao ponto de causar problemas a nível da interacção social. Estes problemas podem ser reduzidos com o uso de ajudas técnicas tais como próteses auditivas, sistemas de indução "loop", etc.

As pessoas surdas severas têm as suas próprias organizações nacionais em muitos Países, bem como um organismo internacional, a Federação Internacional de Surdos Severos (IFHOH). Existe cooperação entre organizações de surdos severos e de Surdos a todos níveis desde a Federação Mundial de Surdos até ás bases.

Deficientes auditivos - este termo possui um vasto sentido que pode referir-se a todos os grupos de surdos e surdos severos, ou apenas aos surdos severos.

Foi acordado entre a Federação Mundial de Surdos e a Federação Internacional de Surdos Severos que os termos surdo e surdo severo deverão ser usados, mas o leitor poderá ainda assim encontrar a expressão "deficiente auditivo".

Qualquer pessoa destes três grupos: surdos, ensurdecidos ou surdos severos poderá pertencer à comunidade Surda, dependendo do seu uso da língua Gestual e da determinação da sua auto identificação.

"Deaf awareness" (consciência colectiva das pessoas surdas) - refere-se à ideologia partilhada pelos membros da Comunidade Surda. As pessoas que partilham esta ideologia estão conscientes do que significa ser surdo, têm orgulho por si próprios como pessoas surdas e têm orgulho da sua língua e cultura. Também estão preparados para apoiarem os seus pares a tornarem-se conscientes de si mesmos.

Língua Gestual - refere-se à língua autóctone utilizada pela comunidade surda de um país. Cada país (que tenha uma comunidade surda) tem a sua própria Língua Gestual, que se desenvolveu espontaneamente no seio da comunidade surda desse País.

Número de surdos - É difícil encontrar uma boa informação, a nível europeu, sobre a incidência e prevalência da "surdez". Empiricamente, pode-se fazer uma estimativa de que um por mil da população seja surda. Como a população actual da EU ronda os 370 milhões, isso significa que existem cerca de 370000 pessoas que são surdas ou que têm uma perda auditiva de severa a profunda.

Em Portugal estes números rondarão os 100000 embora aqueles que se identificam totalmente com a Consciência Colectiva das Pessoas Surdas seja, por estimativas próprias da Comunidade Surda de 25 a 30 mil, com uma percentagem de 65 a 70% na Região Norte.

Número de deficientes auditivos - O número de deficientes auditivos é maior. No entanto este trabalho é centrada nas pessoas surdas.

Imprimir este artigo          Enviar este artigo por email

Para ler mais

A Reconfiguração Política da Surdez e da Educação de Surdos em Portugal: Entre os Discursos Identitários e os Discursos de Regulação

Sabe como actuar quando na presença de um Cão de Assistência para Pessoas Surdas?

Escolas de Referência, Implantes Cocleares, Língua Gestual...

Publicação

História de Per Aron Borg

Médico Surdo descobre terapia para a Surdez

Comunidade Surda quer uma melhor Integração

Porque razão o Mirandês é Língua Oficial a a LGP não é?

V Seminário sobre a Reabilitação da Criança Surda

Ensino regular penaliza Surdos

WORKSHOP Surdos na Saúde, Como Comunicar?

Palestra-Debate sobre a Pessoa Surda e Surdocega

Dias Felizes

Grande Marcha da Comunidade Surda Lisboa 23 Set 2006

Surdos Idosos: Plenitude da Felicidade ou Duplo Isolamento?

Aguns medicamentos podem provocar a Surdez: CUIDADO

Nova esperança para os Surdos - Implante poderá permitir ouvir música

Surdez? Má Audição? Adapte a sua casa!

Surdez é a segunda doença profissional em Portugal

Diagnóstico, aconselhamento e habilitação

A Família e a Criança Surda

Síndromes Genéticas que incluem Perda Auditiva e Retinose Pigmentar juntos com outros sintomas adicionais

Informações básicas sobre a Surdez

Deficiente Auditivo e Surdo: uma reflexão sobre as concepções subjacentes ao uso dos termos

Conselhos sobre a Surdez

Como Falar com uma Pessoa Surda

Do direito à Diferença: o exemplo da Surdez

A Surdez - Formas de Correcção

A Famí­lia descobre a comunicação com os filhos Surdos

 

 

© 2003 - 2017 Associação de Surdos do Porto