ASP - Associação de Surdos do Porto

Início

Pedido de Informações

Contactos

Pesquisa

| 21 Setembro 2017  | 2017/2018 - PARA OUVINTES - CURSOS DE LGP - VER INFORMAÇÕES NA SECÇÃO "CURSOS DE LGP PARA A COMUNIDADE OUVINTE"     2017/2018 - PARA OUVINTES - CURSOS DE LGP - VER INFORMAÇÕES NA SECÇÃO "CURSOS DE LGP PARA A COMUNIDADE OUVINTE"     2017/2018 - PARA OUVINTES - CURSOS DE LGP - VER INFORMAÇÕES NA SECÇÃO "CURSOS DE LGP PARA A COMUNIDADE OUVINTE"     

Qualidade

Departamento de Formação Profissional

CIPS - Centro de Integração Profissional para Surdos

Cursos de LGP para a Comunidade Ouvinte

Quem somos? O que fazemos?

Notícias e Informações

Informações em LGP

Os desenhos do Goulão

Porto a Cidade que amamos

A Surdez

Atividades (Plano e Relatório) e Contas (Orçamento e Relatório)

Ai que Saudades...

Comissão Provisória de Gestão

Cultura Surda

Cultura, Lazer e Juventude

Desporto

Diversos/Informações

Educação

Estatutos da ASPorto

Funcionários

Histórias de Vida

Legislação

Língua Gestual

Seniores Surdos

Surdez Cegueira

Ctilg

Cultura Surda  | 

Cultura dos Surdos


A Língua Gestual é vital para a transmissão e evolução da Cultura dos Surdos. As Pessoas Surdas possuem uma identidade comum e criaram uma Cultura dos Surdos como resultado natural desta forma de comunicação partilhada.

A Cultura dos Surdos floresce através da Comunicação numa língua comum e, a língua, tal como acontece com as línguas faladas, é o meio principal para a transmissão cultural. A Língua Gestual é portanto um veículo importante - talvez o mais importante - da Cultura dos Surdos.

A "literatura" da Cultura dos Surdos, contada na Língua Gestual do País ou Região, consiste da história, histórias, contos, lendas, fábulas, anedotas, poesia, peças de teatro, piadas, rituais de dominação, jogos de gestos e muito mais. Visto que a literatura da Comunidade Surda reconta a experiência dos Surdos, muita dela diz respeito, directa ou indirectamente, à opressão exercida pelas pessoas ouvintes sobre as pessoas Surdas.

Através da literatura Gestual, uma geração passa para a geração seguinte a sua sabedoria, os seus valores, o seu orgulho, reforçando assim os laços que unem as gerações. Deste modo, a literatura Gestual é (num certo sentido) uma tradição "oral" e apenas pode ser registada em filmes ou vídeos ou ser "traduzida" para a escrita. Visto que a Língua Gestual não é uma língua escrita, as publicações em língua escrita - jornais, revistas e livros escritos por e para as Pessoas Surdas - desempenham também um papel importante na história da Cultura dos Surdos.

Instituições particularmente importantes para o crescimento e desenvolvimento da Cultura dos Surdos têm sido as escolas de internato e as numerosas Associações e Clubes de Surdos existentes em todo o Mundo, especialmente na Europa e Estados Unidos.

Instituições de Desportos para Surdos, organizações políticas e religiosas também desempenharam e continuam a desempenhar um papel significativo na vida social e cultural das Pessoas Surdas.

Uma vivência habitual para as Pessoas Surdas, como membros de uma minoria, é que raramente partilhamos a nossa identidade, a identidade de uma minoria, com os nossos pais e mais tarde com os nossos filhos. Noventa por cento das Pessoas Surdas nascem em famílias ouvintes e noventa por cento dos casais de Surdos têm filhos ouvintes. Isto faz realçar o papel vital desempenhado pelas escolas de internato, para Crianças Surdas, na transmissão da Língua e da Cultura dos Surdos e a razão pela qual o encerramento das Instituições especializadas causa tanta preocupação à Comunidade Surda.

Outra característica marcante da Cultura dos Surdos é a sua taxa elevada de casamentos endogâmicos. Estima-se que nove de cada dez membros da Comunidade Surda casam com outros membros do seu grupo cultural. A Língua Gestual é vital para a transmissão e evolução da Cultura dos Surdos. As Pessoas Surdas possuem uma identidade comum e criaram uma Cultura dos Surdos como resultado natural desta forma de comunicação partilhada.

Imprimir este artigo          Enviar este artigo por email

Para ler mais

Em defesa da LGP...

A Reconfiguração Política da Surdez e da Educação de Surdos em Portugal: Entre os Discursos Identitários e os Discursos de Regulação

AS MÃOS - Um Poema em LGP

O IV Congresso Nacional de Surdos em desenho

História de Per Aron Borg

NASCEMOS DA ÁGUA E À ÁGUA VOLTAREMOS

Descobrir Portugal... em Língua Gestual

Comunidade Surda quer uma melhor Integração

O Natal em Língua Gestual Portuguesa

Festa de Natal da ASPorto

Performance

Porque razão o Mirandês é Língua Oficial a a LGP não é?

A Língua Gestual Portuguesa no Ensino Superior

Patrícia Santos proporcionou-nos um Espectáculo inolvidável

Daniela Mercury com parceria especial de uma Surda em Palco

O Carnaval visto pelas Crianças Surdas

Uma Sessão Cultural - Ano de 2002

UNIDADE - Uma reflexão às Eleições na ASPorto e na FPAS

Ano Internacional do Desporto visto pelas Crianças Surdas

Ser Surdo

Ser Surdo... É ser Humano

Tens que ser Surdo para entender...

A Língua Gestual e o "Nacionalismo" dos Surdos

O Tempo flui

Silêncios feitos Gestos

A Unidade faz a Força

Algumas Fotos da Comemoração do Dia Mundial do Surdo - 2004

Você precisa ser SURDO para entender

O direito a não se ser discriminado em razão da Língua

A Pessoa Surda e o Direito ao Silêncio

Uma Minoria Linguí­stica e Cultural

Comunidade Surda: Que Futuro?

O Direito da Criança Surda a crescer Bilingue

Glossário Surdo

O País do Silêncio

Uma Canção em Lí­ngua Gestual

 

 

© 2003 - 2017 Associação de Surdos do Porto